Dois professores não resistem a Covid e morrem em MT

Um professor morador de Aripuanã, a 976 km de Cuiabá, e uma professora de Nobres, a 151 km da capital, morreram em decorrência da Covid-19 em um intervalo de três dias. Angelita Fogues, de 68 anos, morreu na última sexta-feira (29), e Donizeti Junkes de Souza, de 47 anos, foi a óbito nessa segunda-feira (1°).

Donizeti trabalhou na Escola Estadual São Francisco de Assis e na Escola Municipal Professor Jari Edgar Zambiasi, em Aripuanã. Ele deixa a mulher e filhos.

Já Angelita era aposentada e estava há mais de 40 dias internada se tratando da doença. O Sindicato dos Trabalhadores do Ensino Público de Mato Grosso (Sintep/MT) comunicou o falecimento dos profissionais e lamentou as perdas.

Conforme o último boletim da Secretaria Estadual de Saúde (SES), publicado no fim da tarde dessa segunda-feira (1°), em Aripuanã, foram confirmados 1.261 mil casos de Covid-19 e 18 mortes de Covid-19. No município de Nobres são 741 casos do novo coronavírus e 24 mortes em decorrência da doença.

Em todo o estado foram confirmados 218.023 mil casos de Covid-19 e 5.154 mil óbitos.

 

Comentários estão fechados.