Emanuel: “evitamos tragédia maior”

“A boa gestão evitou que uma tragédia ainda maior fosse registrada e que o número de vítimas da Covid fosse ainda mais alto. Cuiabá foi referência em ações e sempre manteve a liderança para cuidar e salvar vidas considerando que vivenciamos a maior crise sanitária de todos os tempos. Agora, mediante todas as medidas já adotadas, precisamos de ações que fomentem à economia e já temos um a estratégia traçada”, defendeu o  prefeito e candidato à reeleição por Cuiabá pela coligação ‘A Mudança Merece Continuar’, Emanuel Pinheiro.

Pinheiro destacou que sempre gerenciou as ações do Executivo com zelo e responsabilidade. “A sociedade sempre nos cobrou. Existia uma pressão social intensa, foi muito difícil ser gestor nesse período.  Administramos com seriedade, com dignidade.  Apesar da pressão enorme e violenta pela aquisição de respiradores, eu busquei articulação em Brasília.  Eu busquei ajuda do deputado Emanuel Pinheiro Neto e conseguimos os 40 respiradores que tanto precisávamos. No total, disponibilizamos 135 leitos de UTI exclusivos para atender vítimas da Covid. Até hoje Cuiabá carrega o Estado nas costas salvando vidas e atendendo à população”, declarou em referência  falta de repasses para o custeio das unidades de terapia intensiva.

Segundo Pinheiro, uma das propostas defendidas para o cenário pós-pandemia trata-se de implantação de polos de economia. O conceito refere-se à organização da cidade em polos de serviços e comércio local. Estes polos, serão levados em consideração na formulação dos planos de expansão de serviços de educação, saúde, mobilidade urbana, segurança, urbanização e paisagismo e coleta de resíduos.

Também serão implementadas medidas para incentivar a produção agroecológica, a disseminação de negócios inclusivos, o apoio à equidade de gênero com incentivo à participação das mulheres em empreendimentos rurais e mecanismos para aproximar os produtos produzidos pelo pequeno produtor e mercado consumidor local.

 

Comentários estão fechados.