Otaviano Pivetta deixa PDT para manter apoio à candidata de Bolsonaro

O vice-governador Otaviano Pivetta (PDT), anunciou na tarde desta segunda-feira (19), que está deixando seu partido, após declarar apoio à candidata do presidente Jair Bolsonaro, coronel Fernanda (Patriota), na eleição suplementar ao Senado. A legenda apoia o advogado Euclides Ribeiro (Avante) para a vaga e, ainda, é oposição ao Governo Bolsonaro. O comunicado foi feito por meio de suas redes sociais. Pivetta estava filiado há 15 anos no partido.

“Acabei de ter uma conversa amigável e respeitosa com o presidente do PDT, deputado Allan Kardec, com quem encaminhei meu pedido de desfiliação partidária. Foram 15 anos de importantes batalhas e bons combates, inspirados sempre nos exemplos do meu Pai, Tilidio Pivetta e Leonel de Moura Brizola”, anuncia Pivetta em publicação.

Na noite de sábado (17), o vice-governador anunciou apoio à candidata do presidente Jair Bolsonaro. O presidente do Diretório Regional do PDT, deputado estadual Allan Kardec, revelou que todo o PDT foi pego de surpresa sobre a decisão de Pivetta.

“Decidi que a coronel Fernanda é a minha futura senadora. Quero que ela me represente porque é uma pessoa sem mácula e honesta, que embora não tenha experiência política é uma pessoa limpa, honrada e que tenho certeza que irá ouvir e atender à população mato-grossense”, disse o vice-governador ao fazer o anúncio.

Comentários estão fechados.