Decreto proíbe trajes decotados e transparentes no Palácio Paiaguás

O Governo do Mato Grosso proibiu a entrada de pessoas com roupas “vulgares” nas repartições do Palácio Paiaguás. A normativa foi publicada no Diário Oficial do último dia por meio de um decreto.

De acordo com a portaria, será vetado qualquer tipo de trajes curtos, decotados e transparentes. “Para ingresso nas dependências do Palácio Paiaguás, qualquer pessoa, servidor ou não, deverá estar usando trajes de acordo com as formalidades costumeiramente exigidas nas repartições públicas em geral, ficando vedados os trajes curtos, decotados, transparentes e atentatórios ao decoro”, diz o artigo 2 da portaria.

A partir de agora, os visitantes também deverão se apresentar à recepção e se identificar para terem acesso às dependências do Executivo. A mesma regra vale para os prestadores de serviço de qualquer natureza e os terceirizados.

Já os servidores públicos receberão crachás de identificação personalizados para distinguir das demais pessoas que frequentam as secretarias estaduais. Segundo o Estado, a medida visa garantir a segurança interna do funcionalismo público.

“Considerando que a identificação visual, por meio de crachás, permitirá a distinção dos servidores do quadro da Casa Civil e Governadoria das demais pessoas que transitam nas dependências do Palácio Paiaguás, monitorando o trânsito de pessoas de forma simples e sem constrangimentos, bem como a necessidade de normatização do procedimento de controle de acesso, circulação e permanência de pessoas nas dependências do Palácio Paiaguás”, conclui.

Comentários estão fechados.