MRV impulsiona economia de energia em condomínios mato-grossenses

O caminho para o mundo mais sustentável passa pela energia solar. Entre as prioridades e ações voltadas à redução da poluição, muitas empresas, têm dado papel de destaque para as inovações mais verdes. A MRV, uma das percussoras na utilização em larga escalda de equipamentos solares no ramo da construção civil, conquista a marca de aproximadamente 2.5 mil unidades com a tecnologia fotovoltaica em Mato Grosso.

Economia para o bolso do consumidor e compensação ambiental para o planeta, o tema não é novidade no setor. De acordo com o gestor regional Márcio Galvão, desde 2017, a MRV tem impulsionado o lançamento de empreendimentos imobiliários com a instalação de painéis fotovoltaicos. “Atualmente, a construtora possui oito canteiros de obras na Grande Cuiabá, em que o sistema de energia solar já está contratado. No futuro pretendemos que todos os lançamentos sejam entregues com a tecnologia fotovoltaica” – destaca o gestor.

O desafio de conquistar o papel de destaque em empreendimentos que ofereçam sistemas de compensação têm sido uma das estratégias da plataforma de soluções habitacionais, por meio da neutralização de emissão de CO2. Condomínios como o Chapada da Costa, localizado no Jardim Ubirajara, já apresentam redução média de até 85% na fatura de energia nas áreas comuns. Espaços como quadra de esporte, garagem e áreas de lazer, possibilitam que a economia média mensal na fatura de energia elétrica chegue à casa dos R$ 30 mil.

Além de se apresentar como uma alternativa de energia limpa para vida dos moradores, o Chapada da Costa também se tornou referencial nas ações da companhia, principalmente, por possibilitar que a geração de energia dos painéis seja distribuída entre condôminos. Além de abastecer as áreas livres, os proprietários são beneficiados, mensalmente, com a redução de até 50% do consumo médio dos apartamentos.

“A partir da produção da energia solar reafirmamos nosso compromisso com a sustentabilidade e mostramos que a energia fotovoltaica é para todos”, enfatiza Galvão.

Em cidades que marcam altas temperaturas como Cuiabá, ter uma linha de negócios voltada para sustentabilidade é gerar reflexo direto na economia e qualidade de vida da população. Ainda nas palavras do gestor, “Caminhar no sentido de trazer inovações socioambientais que podem contribuir com um estilo de vida dos brasileiros, e com compromisso ambiental, são caminhos diretamente ligados a um objetivo que é prioridade máxima”, conclui.

Sobre MRV: Para a MRV a Sustentabilidade é mais do que as ações que desenvolve nas áreas de meio ambiente e social. O tema está presente em todas as atividades da companhia, que passam desde a escolha do terreno para a construção de seus empreendimentos, técnicas inovadoras e mais sustentáveis de construção, itens que garantem economia para os moradores e projetos para o desenvolvimento sustentável na vizinhança de seus empreendimentos e projetos sociais. A MRV contribui na difusão de ideias e ações inovadoras em prol do desenvolvimento sustentável do planeta. Pelo quarto ano consecutivo integra o Índice de Sustentabilidade Empresarial (ISE) da B3, é signatária da Rede Brasil do Pacto Global da Organização das Nações Unidas (ONU), adotou o Objetivo de Desenvolvimento Sustentável de número 11, Cidades e Comunidades Sustentáveis, e seu presidente Eduardo Fischer, é líder de ImPacto para engajar demais lideranças a tornarem suas empresas mais responsáveis com a temática da sustentabilidade.

Comentários estão fechados.