Taxista é acusado de abusar de menina de 5 anos

A mãe de uma menina de cinco anos denunciou um taxista após ele ter abusado sexualmente da sua filha na região central de Cuiabá na última terça-feira (28).

Segundo informações, durante a manhã a mulher pegou um táxi com os filhos, sendo um menino de sete anos, menina de cinco e outro menino de quatro, para irem até a agência da Caixa Econômica. Em seguida, ela deixou as crianças no carro do taxista, informando que voltaria em alguns minutos.

Ao retornar, ela encontrou a filha no colo do motorista e os meninos no banco de trás.

Logo depois, a mãe questionou o homem que disse estar ensinando a criança dirigir. Desconfiada, ela disse que iria ligar para a polícia e o taxista fugiu do local, deixando a mãe e as crianças.

Ao questionar a criança, a menina afirmou que o taxista tocou seu órgão genital e que havia cheirado seu pescoço. Depois de denunciar o ocorrido, uma equipe da PM foi até o ponto de táxi de Santo Antônio de Leverger (a 42 km de Cuiabá), onde o suspeito costuma ficar, mas não o encontrou.

O caso foi registrado, a princípio, como “ocorrências atípicas”, e foi encaminhado para a Polícia Civil de Santo Antônio de Leverger.

Comentários estão fechados.