Pinheiro afirma que tem apoio de 11 partidos, mas esposa é contra

Prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro afirmou que possui 11 partidos pedindo para que ele dispute a reeleição em novembro deste ano. Por outro lado, afirma que sua esposa, a primeira-dama Márcia Pinheiro não quer e defende que eles sigam até o dia 31 de dezembro honrando com os compromissos políticos e, depois disso, quer “um tempo para a família”. Emanuel Pinheiro afirmou que Márcia Pinheiro defende que a alternância de poder é importante para a sociedade e para a própria família.

As declarações foram dadas após ser questionado se apoiaria a candidatura do presidente da Assembleia Legislativa, deputado Eduardo Botelho, caso não fosse disputar a reeleição.

Ele afirmou que o nome de Botelho é forte, um nome que ele mesmo levaria para a discussão, mas que a decisão caberia ao grupo político. “A candidatura majoritária de Cuiabá é o segundo cargo mais importante no Estado e a definição não depende de vontade pessoal. Não é samba de uma nota só”.

Emanuel Pinheiro ainda enfatizou que o grupo não pode entregar a capital para “oportunistas e aventureiros” e que é necessário dar continuidade às ações implementadas nos últimos quatro anos.

 

Comentários estão fechados.