‘Livramento’

A chamada em questão, não é alusiva ao município distante da capital em 44 km, denominado Nossa Senhora do Livramento, inserida na região conhecida hoje por Baixada Cuiabana, possui características peculiares, e um dos mais ricos acervos históricos da cultura de Mato Grosso.

Na economia, destaca-se a pecuária no sistema de cria, recria e corte. Sua agricultura é de subsistência (conjunto das coisas essenciais à manutenção da vida, sustento), com destaque a produção de bananas.

Na verdade, neste momento faço uso da palavra ‘livramento’ para caracterizar, um fato que poderia ter ensejado em algo mais grave, podendo até, chegar à morte de pessoas queridas, que se envolveram em um grave acidente de moto; graças a Deus, os mesmos sofreram ferimentos moderados.

Estamos suscetíveis a sofrer qualquer tipo de acidente, principalmente quando usamos motocicleta, independentemente da cilindrada da mesma e quando a nossa frente surge um animal, ai, a queda torna-se inevitável.

No último dia (9) quinta-feira, ao anoitecer quando a visibilidade fica comprometida, o casal de comunicadores, Cléo Costa, conhecido popularmente como o repórter que o povo gosta e sua esposa Thalyta Wayla, casal este, que além de apresentadores na Rádio CPA-FM 105,9, realizam trabalhos sociais voltados a atender as populações periféricas mais carentes da capital.

 

O acidente aconteceu quando eles se deslocavam do trabalho para sua residência, situada no bairro Residencial Lagoa Azul na capital, quando, no caminho depararam com um cachorro; infelizmente não conseguiram desviar do mesmo e acabaram caindo, ele sofreu ferimentos leves, enquanto sua esposa sofreu ferimentos um pouco mas graves, pois o peso da motocicleta foi incidido em sua perna,  ocasionando fratura na Tíbia.

Tenho orgulho em ter trabalhado na educação como professor,  tanto na escola pública como na privada, por mais de 23 anos, nesse período, fiz uma legião de amigos ex-alunos, que em sua grande maioria nos enchem de orgulho, como é o caso do Cléo Costa, oriundo da escola pública da periferia.

Tinha tudo, para enveredar-se  para o caminho errado, porém hoje é um conceituado repórter de altíssimo nível, provedor de uma família lindíssima, exemplo de pai e profissional.

Na humildade que lhe é peculiar, o mesmo, deixa um desabafo pelo ‘livramento’ que ele e sua esposa receberam de Deus. “Queremos agradecer a Deus e  aos profissionais do Sistema Único  de Saúde (SUS), que nos atenderam muito bem, nos dando  assistência a todo momento. Fiquei 5 dias junto a minha esposa cuidando dela, e a mesma, além de receber tratamento de primeiro mundo pelos profissionais da saúde, que  foram sempre, prestativos e atenciosos conosco” disse Cléo Costa.

Licio Antonio Malheiros é geógrafo.

Comentários estão fechados.