Primeira-dama lança ‘Siminina em Casa’ e garante atividades online às 1.300 meninas

A primeira-dama de Cuiabá, Márcia Pinheiro, em parceria com a Secretaria de Assistência Social e da Pessoa com Deficiência, lançaram nesta última segunda-feira (13), o projeto Siminina em Casa para levar atividades às mais de 1.300 meninas atendidas pelo Programa Siminina, da Prefeitura de Cuiabá.

O intuito é levar conteúdo de forma online com acesso via tablets, computadores e smartphones com o acompanhamento do pais e responsáveis. Os conteúdos são definidos semanalmente pelas monitoras do programa e enviados todas segundas, quartas e sextas em grupos do aplicativo WhatsApp.

“Esse projeto têm o acompanhamento direto dos pais, pois mandamos os vídeos nos grupos que cada unidade possui com os pais e responsáveis pelas simininas. A ideia é trabalhar junto com o envolvimento familiar que é uma bandeira que o Siminina têm pregado desde o início da gestão Emanuel Pinheiro”, destacou a coordenadora do programa, Dalma Beatriz.

A ideia, capitaneada pela primeira-dama, é uma alternativa para oferecer o suporte educacional às meninas durante esse período de pandemia e isolamento social. Segundo Márcia, a área de assistência social é a mais impactada com toda crise de saúde pública.

“O siminina atende exclusivamente pessoas em vulnerabilidade social. Recentemente, destinamos as vagas remanescentes para mães que cuidam das meninas sozinha, então é um público de extrema necessidade social e não poderíamos deixar de pensar em soluções para elas”, disse.

O Siminina em Casa é mais um dos projetos pensados para o programa e faz parte do maior conjunto de ações da história de seus 25 anos de existência. Aulas de informática, inglês, artesanato, reforço escolar, fanfarra, dança, dentre outros foram implementados ao longo do três ano e meio da atual administração.

Comentários estão fechados.