Assembleia quer evitar aglomeração na eleição da mesa diretora

A presidência da Assembleia Legislativa quer evitar aglomeração na votação da eleição da mesa diretora, que será realizada na quarta-feira (10). Os eleitos vão conduzir o Parlamento para o biênio 2021/2022. Uma resolução foi ediada para que as regras seja obedecidas diante da pandemia do novo coronavírus. Os deputados estaduais deverão, preferencialmente, permanecer em seus gabinetes, conectados à sessão virtual, devendo deslocar-se ao plenário apenas no momento da chamada para votação, que é secreta.

O quórum será contado mediante os parlamentares em plenário e os presentes nos gabinetes on-line. Os parlamentares que tiverem presença imprescindível no Plenário deverão obedecer a redistribuição dos assentos com a finalidade de manter distância segura.

A mesa diretora determina que sejam adotadas medidas de intensificação da limpeza e desinfecção de superfícies nas dependências do prédio da Assembleia, especialmente no plenário e na cabine de votação, bem como adotar providências visando à renovação da circulação de ar nas dependências do plenário com a abertura de janelas em locais com uso de ar condicionado. Segundo a Assembleia, 15 servidores da Casa já testaram positivo para o novo coronavírus, entre eles o deputado Paulo Araújo (Progressistas), que ficou em isolamento e já está recuperado.

Os parlamentares têm até segunda-feira (8) para inscrever chapa para concorrer ao comando da Casa. As chapas deverão ter um candidato a presidente, um primeiro e um segundo secretários, um primeiro e um segundo vice-presidentes e um terceiro e um quarto secretários.

Comentários estão fechados.