Nortão terá barreira sanitária do Coronavírus para monitorar entrada de pessoas do Pará

O prefeito de Peixoto de Azevedo e presidente do Consórcio Intermunicipal de Saúde Maurício Ferreira (PSD) confirmou, há pouco, ao Só Notícias, que definirá hoje com o prefeito de Guarantã do Norte, Érico Stevan Gonçalves as estratégias necessárias para montar uma barreira sanitária na divisa do município com o estado do Pará. Dessa forma, será possível monitorar a entrada de pessoas  infectadas com o novo Coronavírus (Covid-19) e que estão buscando atendimento médico no Hospital Regional de Peixoto.

“Vamos nos reunir nas próximas horas com o prefeito de Guarantã do Norte para poder definir isso. A situação é bem grave, tem cidades do Pará que tem mais casos que todo o nosso Estado. Parauapebas, Castelo dos Sonhos, Novo Progresso são alguma delas. Temos uma fronteira completamente aberta com o Pará. Estamos contactando a Polícia Rodoviária Federal (PRF) para ajudar montar essa barreira sanitária”, explicou Ferreira.

Ainda de acordo com o prefeito, equipes da Saúde também vão ajudar no monitoramento. “Todas que estão vindo do Pará deverão passar por uma análise. Fazendo aferição e mapeando da onde estão se deslocando. Dessa forma, poderemos ter um monitoramento melhor. Além disso, se tivermos alguma suspeita já fazemos o encaminhamento direto para atendimento para evitar contato com outras pessoas. Essa é a nossa ideia. Uma barreira sanitária para ter um acompanhamento. Será um trabalho de 24 horas com revezamento dos profissionais”.

No Pará, de acordo com informações da secretaria Estadual de Saúde, até ontem à tarde, foram confirmados 5.524 casos, 2.590 descartados, 2.981 recuperados e 410 mortes de Coronavírus. Somente a capital Belém tem 7,79% de letalidade no Estado com 232 mortes e 2.980 casos diagnosticados.

Nos municípios próximos de Guarantã do Norte como Santarém, por exemplo, são 117 casos e 10 mortes, Altamira 28 confirmações e uma morte, Itaituba 10 casos e uma morte e em Novo Progresso são dois casos positivos da doença.

Em Mato Grosso, a secretaria Estadual de Saúde divulgou que aumentaram mais 19 casos de Coronavírus, chegando a 385 desde o início da pandemia. Desses, 122 estão em isolamento domiciliar, 220 estão recuperados e 13 óbitos.

 

Fonte: https://www.sonoticias.com.br/politica/divisa-de-guaranta-com-para-tera-barreira-sanitaria-para-monitorar-a-entrada-de-pessoas-com-coronavirus/

Comentários estão fechados.