Emendas modificativas a LOA 2020 vão possibilitar mais investimentos nas áreas sociais e desportivas

Além das emendas impositivas apresentadas individualmente por cada parlamentar, os vereadores por Cuiabá se uniram e aprovaram oito emendas modificativas a Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2020. Todas foram aprovadas na última sessão plenária realizada em dezembro passado.
No geral, as emendas possuem destinação na área social, desportiva e até de saúde a populações que sempre reivindicaram pelo serviço. Os parlamentares abriram mão de apresentar emendas modificativas individuais para contemplar essas áreas.
Dentre elas, está a destinação de R$ 200 mil para promover ações do Conselho Municipal da Mulher (CMM). “Estamos dando um importante passo para melhorar esse serviço, onde o ator principal é a mulher cuiabana, que ainda sofre maus tratos de seus companheiros”, disse o vereador Dilemário Alencar (PROS), que preside a Comissão de Amparo a Criança, Adolescente e Idoso e as Pessoas com Deficiência do Legislativo Cuiabano.
O desporto cuiabano também foi contemplado com a destinação de emendas nos valores R$ 815 mil para a prática do futebol e atletismo. A Corrida do Legislativo, por exemplo, realizada todos os anos pelo Parlamento Municipal, receberá um incentivo de R$ 315 mil neste ano.
Além disso, os vereadores ainda contemplaram o futebol profissional da Capital com a destinação de R$ 200 mil para a categoria de base do Mixto Esporte Clube, e R$ 200 mil para categoria de base do Dom Bosco Esporte Clube.
A motivação para destinação do dinheiro teve como principal  acontecimento, a ascensão   do Cuiabá Esporte Clube, clube empresa cuiabano, à série B do campeonato Brasileiro de Futebol.
A União Cuiabana de Associação de Moradores de Bairros (UCAMB),  e a  União Cuiabana de Associação de Moradores (UCAM) também foram contemplados com recursos para aquisição de ônibus. Por meio de emendas coletivas, os vereadores destinaram R$ 200 mil do orçamento deste ano para cada entidade.
A saúde e a educação também não ficaram de fora. A união dos parlamentares garantiu a aprovação de uma emenda coletiva em prol dos portadores de dislexia, deficiência, bem como transtornos globais do desenvolvimento e alas habilidades.
No total, foram destinado R$ 1,5 milhão para qualificação e ampliação do atendimento da educação inclusiva dessas pessoas, garantindo o seu direito a educação.
O recurso é oriundo de remanejamento orçamentário. Ele foi retirado da Secretaria de Comunicação, onde seria investido em divulgação institucional.
“Estamos dando um importante passo para melhorar a vida dessa população que sofre com a Deslexia, agora através da emenda a loa, vamos poder iniciar esse trabalho de acompanhamento”, comemorou o vereador Diego Guimarães (PP).

Adão de Oliveira – Câmara Municipal de Cuiabá

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.