Emanuel define em abril; nome será preparado em caso de recuo

Prefeito de Cuiabá diz estar "construindo legado" e quer dar continuidade em ações após 2020

 

DOUGLAS TRIELLI
DA REDAÇÃO
O prefeito de Cuiabá Emanuel Pinheiro (MDB) afirmou que definirá em abril se será ou não candidato à reeleição em 2020.

Em conversa com a imprensa nesta semana, o emedebista disse estar construindo “um legado” e que, por conta disso, não quer pegar seu grupo político desprevenido.

Segundo ele, caso a decisão seja por não disputar, vai preparar um nome para dar continuidade à sua gestão.

“Está pré-combinado com meu grupo que a definição será abril do ano que vem. Até abril eu dou uma resposta, porque não quero pegar o grupo desprevenido”, afirmou.

“Temos que preparar um nome para sucessão caso eu não seja candidato à reeleição. É um legado que estou deixando, é uma transformação, uma gestão realizadora para história de Cuiabá e isso precisa ter continuidade”, acrescentou.

Atualmente, Emanuel contabiliza 12 siglas em seu arco de aliança, sendo elas o PL, PV, PP, PTB, PRTB, PSD, PSDB, PSC, PMB, Republicanos, Avante e o seu partido, MDB. Outras siglas como PSB e PSDB apoiam sua candidatura, mas não definiram ainda o rumo que irão tomar em 2020.

Temos que preparar um nome para sucessão caso eu não seja candidato à reeleição. É um legado que estamos fazendo
Parte dos aliados defende que Emanuel saia para a reeleição, mas outros querem que ele conclua o mandato e retorne para uma disputa ao Governo do Estado em 2022.

O prefeito, por ora, disse estar preocupado em fazer a entrega de obras que tem planejado para o próximo ano.

“Eu só penso na gestão, por isso falo pouco de eleição. Não estou preocupado. Tantas entregas que serão cumpridas. Asfaltos, praças, parques, UPAs, centros de saúde, saneamentos em geral, cultura. É tanta coisa. A expectativa é das melhores”, disse.

“As obras vão ser entregues do mesmo jeito. Se eu for candidato, as obras serão entregues do mesmo jeito, só não posso estar presente. Se eu não for, posso entregar no período eleitoral sem nenhum problema”, completou.

O prefeito, por ora, disse estar preocupado em fazer a entrega de obras que tem planejado para o próximo ano.

“Eu só penso na gestão, por isso falo pouco de eleição. Não estou preocupado. Tantas entregas que serão cumpridas. Asfaltos, praças, parques, UPAs, centros de saúde, saneamentos em geral, cultura. É tanta coisa. A expectativa é das melhores”, disse.

“As obras vão ser entregues do mesmo jeito. Se eu for candidato, as obras serão entregues do mesmo jeito, só não posso estar presente. Se eu não for, posso entregar no período eleitoral sem nenhum problema”, completou.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.