Assistência Social empossa nova diretoria do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Com Deficiência

Da Redação

A Secretaria de Assistência Social de Várzea Grande empossou novos integrantes do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Pessoa Com Deficiência (CMDPD) como preconiza a Lei a lei 4.389/2018, nesta terça-feira, 21, no auditório da Secretaria de Assistência Social. Na sequência, houve a primeira reunião plenária desta gestão onde foi eleita a nova diretoria do órgão para o biênio 2019/2022.

A secretária de Assistência Social, Flávia Omar disse que o Conselho atuará em defesa dos direitos das pessoas com deficiência. “A Secretaria e o Conselho lutarão pela efetivação dos direitos das pessoas com deficiência. O órgão de deliberação colegiada acompanha e avalia o desenvolvimento da política municipal para inclusão da pessoa com deficiência e das políticas setoriais de educação, saúde, trabalho, assistência social, transporte, cultura, turismo, desporto, lazer e política urbana dirigidos a esse grupo social”, pontuou.

A responsabilidade atribuída aos conselheiros foi o tema da mensagem deixada pela secretaria Flávia Omar. “Mais que um título, o conselheiro tem a responsabilidade de deixar um legado às pessoas com deficiência que contam com o seu trabalho. Todos nós somos instrumentos para fazer a política evoluir”, afirmou.

Flávia Omar, deu boas vindas à nova gestão eleita, disse que o Conselho é uma ferramenta de grande valia no sistema democrático, assegurando a igualdade de direitos.

“Parabenizo os conselheiros pela dedicação, quero também parabenizar a prefeita Lucimar Sacre de Campos pelo incentivo ao desenvolvimento dos Conselhos, investindo sempre na implantação de políticas públicas voltadas à inclusão e acessibilidade. Para tanto devemos unir esforços com o intuito de promover avanços e responsabilidades . Muito ainda há de ser feito para que possamos evoluir e o Conselho é uma ferramenta essencial e indispensável, assegurando a igualdade de direitos”, sublinhou a secretária.

Os membros do Conselho estão incumbidos de estruturar e fortalecer o conselho, definir diretrizes voltadas à implantação de planos e políticas públicas de acessibilidade, programas de apoio a saúde e habitação que levem em consideração as necessidades das pessoas com deficiência e efetiva fiscalização dos serviços prestados pelos órgãos governamentais e pela sociedade civil a esse público.

O Conselho é composto por representantes do Governo Municipal das Secretarias de – Educação, Cultura, Esporte e Lazer; Assistência Social; Saúde; Gestão Fazendária; Serviços Públicos e Mobilidade Urbana, e da Sociedade Civil com representantes das instituições – Associação Ecológica e Centro de Equoterapia Nativo; Centro Equestre de Equoterapia de Várzea Grande; Associação Várzea-grandense dos Deficientes Físicos (AVDF); Pastoral da Criança; Fraternidade Cristã das Pessoas com Deficiência (FCD); Associação Pestalozzi de Várzea Grande; Centro Educacional de Apoio a Família (CEAF); Sociedade Espírita Eurípedes Barsanulfo; Associação dos Surdos de Várzea Grande (Assuvag) e Instituto Educacional Luz do Amanhã.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.