Empaer começa a temporada de venda de alevinos em Livramento

Da Redação

Começa na última sexta-feira (18.01), na Estação de Piscicultura da Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer), localizada no município de Nossa Senhora do Livramento (42 km ao Sul de Cuiabá), a venda de alevinos de tambacu, tambatinga, e pirapicu. O engenheiro de pesca da Empaer, Enock Alves dos Santos, fala que Mato Grosso tem uma produção de 64 mil toneladas de peixe por ano, cultivados em tanques.

De acordo com Enock, para garantir rentabilidade e sucesso na atividade, o produtor tem que observar alguns fatores importantes, como a qualidade da água, solos com teor de argila abaixo de 20% e topografia com inclinação de 2% de desnível dos tanques, permitindo um abastecimento e escoamento por gravidade. Ele enfatizou também a construção de viveiros, que devem ter uma profundidade de 1,5 metro na parte rasa e 1,8 metro na parte mais funda do viveiro, podendo chegar até 2 metros.

Segundo Alves não existe forma ou dimensão ideal para viveiros de cultivo de peixe, tudo depende das condições do terreno, dimensão e o poder aquisitivo do produtor. Outro ponto importante para criação em cativeiro é o manejo, alimentação e nutrição dos peixes, qualidade e oxigênio da água, temperatura, densidade por metro quadrado e controle no cultivo de alevinos.

O chefe da Estação de piscicultura, Antônio Claudino da Silva Filho, fala que a empresa comercializa alevinos para recria e engorda em cativeiro há mais de 30 anos. A previsão é de venda durante cinco meses (janeiro a maio). Ele explica que serão comercializados alevinos medindo de três a cinco centímetros por R$ 230,00 o milheiro, de cinco a oito cm por R$ 280,00 e de oito a dez centímetros por R$ 330,00.

“A Empaer prioriza o atendimento aos agricultores familiares e disponibiliza no momento da compra toda tecnologia de reprodução com informações desde o momento da soltura dos alevinos nos tanques ou represas até o abate”, esclarece Antônio.

Com mais de 400 matrizes das espécies de tambaqui, pacu e pirapitinga, cerca de 250 matrizes estão aptas para reprodução e foram produzidas na própria estação, que tem 39 tanques de reprodução, sendo 12 de pesquisa e 27 para recria.

Para realizar a compra acima de 10 mil alevinos é necessário fazer reserva e encomendar pelo telefone: (65) 99606 0281. A comercialização dos alevinos será realizada toda sexta-feira e o transporte é por conta do produtor.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.